Foto: Sergio R. Reyes

Adrián Fioramonti

Adrián Fioramonti é um guitarrista argentino radicado em Itália, desde 1990.
Estudou na Escuela Nacional de Música de Rosario (Argentina) e, em 1996, começa a colaborar com o Quintetto Progetto Piazzolla, apresentando-se por toda a Itália e obtendo críticas elogiosas. Em 1998, o grupo desloca-se a Buenos Aires onde se apresenta em concertos, organizados por Laura Escalada (esposa de Astor Piazzolla) e em colaboração com a Fundacion Astor Piazzolla; enquanto isto, desenvolvem estudos com Fernando Suárez Paz (violinista do aclamado Quinteto de Piazzolla). Em 1999, inicia um trio de tango com o bandoneonista Marcelo Nisinman e o contrabaixista Guglielmo Caioli, cujo repertório consiste principalmente em temas originais, bem como, em música tradicional e tangos de Piazzolla.
Em 2002, com o cantor Rubén Peloni, cria um duo de tango tradicional com um vasto repertório, que vai de Gardel a Piazzolla.
Desde 2006, apresenta-se em duo com Marcelo Nisinman (Nisinman’s Affaire) com um repertório que inclui música de Piazzolla, Saluzzi e temas originais, numa perspetiva de improvisação. É, também, membro do New Electric Trio de Marcelo Nisinman, com o qual fez uma digressão na Roménia, Suíça e Alemanha.
Em abril de 2011, começa um duo com o bandoneonista Juanjo Mosalini, com quem grava, em Paris, um CD, lançado em 2012. Em 2015, grava com Rubén Peloni um CD de tangos originais cantados “El conjurado” e, em 2017, grava, com Rubén Peloni y los Tanturi o CD De Etiqueta.